Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Vaticano \ Eventos

Rivlin: ficaria feliz com a visita do Papa pelos 70 anos de Israel

Papa Francisco reza no Muro das Lamentações, em Jerusalém - AFP

29/11/2017 16:08

Tel Aviv (RV) – O Presidente israelense Reuven Rivlin fez votos de que o Papa Francisco possa estar em Israel em abril do próximo ano, por ocasião dos festejos dos 70 anos de criação do Estado de Israel.

“Ficaria muito feliz se o Pontífice – disse Rivlin ao receber em sua residência em Jerusalém o novo Núncio Apostólico Dom Leopoldo Girelli para a entrega das cartas credenciais – pudesse visitar novamente Israel, especialmente pelas celebrações do 70º aniversário do Estado judaico”, ressaltando os esforços do Pontífice contra o antissemitismo no mundo.

“O Papa – sublinhou  Rivlin – tem uma mensagem para todos os povos do mundo. Está fazendo muito na luta contra o antissemitismo”.

O Presidente recordou a seguir ter falado recentemente com o Papa no Vaticano sobre “os esforços para aumentar a cooperação entre as diversas comunidades da Terra Santa e os esforços para desenvolver a “Terra dos Mosteiros”, na margem do Jordão, para assim poder acolher um maior número de peregrinos do mundo”.

O Arcebispo Girelli - segundo um comunicado do escritório do Presidente – levou a Rivlin a bênção do Pontífice.

“O Papa Francisco – acrescentou – insiste na importância do diálogo, da tolerância, da compreensão recíproca. Por meio do diálogo – concluiu – se pode realmente alcançar a paz e a segurança”.

Dom Girelli foi nomeado pelo Santo Padre Núncio Apostólico em Israel e Delegado Apostólico em Jerusalém e na Palestina em setembro.

Precedentemente, foi Núncio Apostólico junto à Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) e representante pontifício não-residente para o Vietnã.

(Ansa)

29/11/2017 16:08