Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Especiais \ Missão Continental

Bispo de Coroatá - MA: ninguém se sinta esquecido ou abandonado

Dom Sebastião: Igreja de Coroatá presente nas periferias a fim de que "ninguém se sinta esquecido ou abandonado por Jesus Cristo".

27/11/2017 07:00

de Raimundo de Lima

Cidade do Vaticano (RV) - Amigo ouvinte, o quadro semanal “O Brasil na Missão Continental” dá hoje continuidade à edição precedente na qual nosso convidado destes dias, o bispo da Diocese de Coroatá, Dom Sebastião Bandeira Coêlho, falou-nos desta circunscrição eclesiástica da Região dos Cocais, no nordeste do Maranhão, qual Igreja em saída missionária, comprometida com os últimos da nossa sociedade.

Tendo abraçado plenamente a “Missão Continental” oriunda da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe e tendo assumido concretamente o compromisso de testemunhar Jesus Cristo em todos os lagares da sociedade, esta Igreja particular esforça-se para que “ninguém se sinta esquecido ou abandonado”, destaca.

Numa realidade em que nas mais de 600 comunidades espalhadas pelo território diocesano o povo no campo, no interior, “se sente muito abandonado pelo Estado, pelas autoridades” – ressaltava na edição passada nosso convidado –, “pelo menos a Igreja marca presença nessas comunidades rurais afastadas”.

Nesta edição Dom Sebastião reitera essa preocupação com as periferias, ressaltando ser um desafio estar presentes também nas periferias das cidades. Destaca ainda situações de periferias existenciais em realidades de prostituição de menores e de violência juvenil.

O bispo de Coroatá evidencia a valorização dos meios de comunicação qual instrumento fundamental para se fazer chegar aos distantes, com um programa diário transmitido em quase toda a diocese fazendo chegar a todos a sua voz de pastor. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).

27/11/2017 07:00