Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

Porta Aberta para a vida

Papa Francisco com um dos membros da Comunidade Jesus Menino - RV

08/11/2017 14:03

Cidade do Vaticano (RV) - Em nosso semanal "Porta Aberta" desta quarta-feira, 8 de novembro, um olhar para uma realidade brasileira que dá esperança.

O nosso convidado no programa de hoje é o fundador da Comunidade Jesus Menino de Petrópolis (RJ), Antônio Carlos Tavares de Mello, conhecido como Tônio, que visitou recentemente a nossa emissora, junto com Felipe e Alex que sofreram sequelas do aborto e entraram ainda bebês para a comunidade. 

Comunidade Jesus Menino

É uma Comunidade Católica de Vida consagrada que busca o ideal de entregar a vida a Deus vivendo à luz da Família de Nazaré, através dos compromissos de pobreza, obediência e castidade, acolhendo Jesus Menino presente na pessoa dos especiais. É uma obra de leigos consagrados e consagradas que tem o carisma fundamental de adotar pessoas com deficiências e criá-las como filhos em família e em comunidade.

Já tem vinte e cinco anos no Brasil e vinte e cinco anos de fundação. A grande alegria é defender a vida, ser homens e mulheres no mundo pertencentes à Igreja Católica Apostólica Romana, não como uma instituição clínica, nem um orfanato, mas uma obra de Deus, uma obra católica, onde homens e mulheres fazem uma vivência de experimentar o Evangelho no dia a dia como família, sendo um sinal de vida, mas também sendo um sinal da família de Nazaré.

Existe um ramo dos casados, mas o ramo que cuida da casa, que vive nas casas, é constituído por celibatários como Maria e José, que experimentam esta maternidade e esta paternidade no dia a dia, lavando, passando, cozinhando, indo à feira, mexendo na horta, dando banho, levando ao hospital, vendo nascer como Maria e José vêem Jesus no presépio. Na comunidade de aliança casais que se identificam com o carisma da comunidade passam a conhecer o dia a dia da comunidade em momentos de oração e partilha, ajudando em algumas tarefas no convívio com os filhos da comunidade. Na comunidade de aliança casais levam para a própria família o carisma de adotar pessoas com deficiência.

(MJ)

08/11/2017 14:03