Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Em andamento, nas Filipinas, a Jornada nacional da Juventude

Templo católico na ilha de Mindanao, que após 11 anos volta a acolher a "JMJ nacional" filipina - AP

06/11/2017 19:07

Manila (RV) - Teve início esta segunda-feira (06/11), a Jornada nacional da Juventude nas Filipinas. Mais de 2.300 jovens provenientes de todo o país do sudeste asiático participam da chamada “JMJ nacional”, que durará de 6 a 10 de novembro. O tema escolhido foi extraído do Magnificat: “O Poderoso fez em mim maravilhas, Santo é o seu nome (Lc 1,49)”.

Os participantes são jovens de 13 a 39 anos que durante vários encontros e celebrações desta edição refletirão sobre temas e questões relevantes para a vida dos jovens como os desafios sociais, os meios de comunicação, o tráfico de seres humanos, a promoção da educação social, a arte e a cultura, entre outros. O encontro volta à ilha de Mindanao após 11 anos. De fato, a última vez deu-se em 2006 em Davao City.

O evento tem a profícua colaboração da comunidade católica com as autoridades civis locais, numa fase em que na ilha de Mindanao vige ainda a Lei marcial, proclamada pelo Presidente Duterte após a crise de Marawi.

Desejo dos jovens de abraçar a missão de Cristo entre seus coetâneos

“É uma oportunidade para expressar o desejo dos jovens de abraçar a missão de Cristo entre seus coetâneos”, disse a prefeita de Zamboanga, a católica Maria Isabelle Climaco-Salazar, oferecendo pleno apoio organizativo ao evento.

A Arquidiocese de Zamboanga, organizadora do evento junto com a Comissão para a Pastoral da Juventude na Conferência episcopal, predispôs um programa detalhado de atividades: no dia de abertura, desfile dos jovens, num colorido e pacífico cortejo de oração, canto e festa pelas ruas da cidade, mostrando sua presença a toda a população. Outras procissões e cortejos públicos na terça-feira (dedicada a Nossa Senhora) e em 9 de novembro.

Igreja local feliz por acolher evento juvenil

Os outros dias serão marcados por encontros de oração, celebrações litúrgicas, representações artísticas e musicais e momentos de partilha. “A Igreja local sente-se muito feliz por acolher o evento”, ressalta o coordenador da Comissão para a Pastoral da Juventude na Arquidiocese de Zamboanga, Anthony Saavedra.

Desejo de conhecer melhor Deus e de tornar-se peregrinos e apóstolos

“Minha esperança é que Jornada da Juventude permita que jovens de diferentes lugares se encontrem a fim de que possam anunciar ao mundo aquilo que há de belo, preciso e vital na juventude deles. Os jovens participam com o desejo de conhecer melhor Deus e de tornar-se peregrinos e apóstolos, para partilhar com os outros a relação com o Senhor”, disse Dom Romulo T. de la Cruz, à agência missionária Fides.

Esse evento – prossegue o arcebispo de Zamboanga – contribui para reforçar a Pastoral da Juventude. Todos se tornam cada vez mais conscientes e apreciam o papel dos jovens na Igreja. A Jornada da Juventude oferece oportunidade de expressar o desejo dos jovens de abraçar a missão de Cristo. Celebra um dom, o dom de ser jovens e seguidores de Cristo.

Atentos aos sinais dos tempos

“Convida nossos responsáveis da Pastoral da Juventude a estar atentos aos sinais dos nossos tempos, e a serem envolvidos e comprometidos nas obras de bem promovidas pela Igreja”, acrescenta.

“A Jornada é um modo para acompanhar os jovens em seu caminho de vida, a fim de que se deixem amar por Cristo”, explica por sua vez Pe. William Garcia, sacerdote participante.

Zamboanga, área histórica de missão para a Igreja filipina

A cidade de Zamboanga tem muito a oferecer aos jovens peregrinos: tradições culturais, étnicas e religiosas coloridas e diversificadas, provenientes de três comunidades – a cristã, a islâmica e a indígena. A península de Zamboanga é uma área histórica de missão para a Igreja filipina: nessa cidade, os missionários cristãos desempenharam um papel fundamental na promoção da fé e da justiça.

Jovens, agentes de transformação para a Igreja e o país

“Ao término desta celebração de cinco dias, nosso sonho é que os jovens se reconheçam como ‘agentes de transformação’ para a nossa Igreja e para o nosso país. Portanto, é nossa esperança que este encontro contribua para formar nossos jovens como futuros líderes e como missionários do Evangelho no mundo, para a edificação do Reino de Deus”, observa Pe. Wilfredo Samsom, sacerdote local.

De 1987 a 1990 a Jornada nacional da Juventude se realizou sempre na capital Manila. Todavia, a partir de 1991 foi celebrada em várias dioceses do país. (RL/Fides)

06/11/2017 19:07