Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no Brasil

Aparecida acolhe Romaria das Comunidades Negras

Aparecida acolhe Romaria das Comunidades Negras - REUTERS

03/11/2017 09:49

Aparecida (RV) - No primeiro fim de semana de novembro, o Santuário de Aparecida recebe a 21ª edição da Romaria das Comunidades Negras, que este ano reflete o tema ‘Negro escravo de ontem, excluído de hoje’ e o lema, inspirado no tricentenário, é ‘300 anos celebrando a resistência com a Mãe Negra Aparecida’.

Durante a programação da Romaria no Santuário, diversos assuntos serão trabalhados pela Pastoral Afro-Brasileira, tendo como principal objetivo resgatar nomes de pessoas que se destacaram nas lutas contra o racismo e enaltecer o atual cenário no Brasil, enfatizando as pessoas que estão contribuindo para a garantia dos direitos humanos na dimensão étnico racial.

A previsão é de que mais de mil representantes das Comunidades Negras do Brasil estejam reunidos no Santuário Nacional no sábado, 4 de novembro.

O texto-base preparado para a Romaria e enviado aos agentes apresenta reflexões a respeito da situação atual dos negros no Brasil, a relação de devoção e libertação com Nossa Senhora Aparecida e a questão da pertença e acolhimento ao negro na Igreja.

De acordo com a Pastoral Afro-Brasileira, o objetivo é também ter presente a caminhada das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), da Teologia da Libertação e o extermínio dos jovens negros; refletir sobre a presença do negro, da negra e da Pastoral Afro-brasileira na Igreja; garantir a continuidade dos leigos, das leigas, do clero e da hierarquia comprometidos com as propostas da Pastoral Afro-Brasileira; mostrar a Identidade Negra e celebrar nas respectivas culturas; e caminhar em conjunto com outras organizações contra a desigualdade, a discriminação, e o racismo, a intolerância religiosa, a exclusão dos direitos dos negros e negras nas periferias.

A programação da Romaria das Comunidades Negras segue durante todo o dia no Santuário, incluindo a participação na Santa Missa das 10h30, presidida por Dom Zanoni Demettino de Castro, Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana (BA) e Referencial para Pastoral Afro-Brasileira.

03/11/2017 09:49