Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja na América

Sínodo 2019: "Um apelo do Espírito Santo à Amazônia"

Rede Eclesial Pan-amazônica facilitará realização do Sínodo - RV

26/10/2017 07:00

Cidade do Vaticano (RV) – Transnacionalidade, eclesialidade e proteção da vida: são três características da REPAM, a Rede Eclesial  Pan-amazônica.

Reunindo as Igrejas de nove nações sul-americanas que têm a floresta Amazônica em seu território (Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela), a rede articula ações de combate aos desafios comuns de povos, comunidades e dioceses de toda a região. São 30 milhões de pessoas que falam 240 línguas diferentes, pertencentes a 49 ramos linguísticos, ameaçadas pela poluição, pelas mudanças no ecossistema do qual dependem e pela falta de proteção de seus direitos humanos fundamentais.

Megaprojetos e seus impactos

Isso ocorre quando, por exemplo, o desmatamento avança sem controle, ou quando projetos de mineração e de agricultura intensiva são iniciados sem consultar, muito menos envolver, as populações locais, no respeito da sua dignidade.

A REPAM, fundada em 2014, trabalha em sintonia com a Santa Sé, Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Secretariado da América Latina e Caribe de Caritas (SELACC) e Confederação Latino-americana e Caribenha de Religiosos e Religiosas (CLAR).

Um trabalho de rede que certamente favoreceu a realização do Sínodo Pan-Amazônico”, opina o Cardeal Cláudio Hummes, Presidente da REPAM, em relação à Assembleia Especial convocada pelo Papa Francisco em 15 de outubro passado, a se realizar em outubro de 2019, em Roma.

Segundo Dom Cláudio, “já na carta programática Evangelii Gaudium, o Papa Francisco expressava seu desejo de transformar a Igreja numa Igreja missionária”.

“Neste sentido, a REPAM sempre teve o apoio e o entusiasmo do Papa, que compreendeu o seu papel importante de articular comunidades, dioceses, o povo; de promover uma Igreja encarnada em meio ao povo, aonde dores, clamores e conquistas são vividos em conexão, em rede”.

“Hoje, existe uma consciência crescente de que estamos juntos diante de um grande apelo do Espírito Santo à Igreja da Amazônia, apelo feito por meio do Papa Francisco”.

Ouça a entrevista com Dom Cláudio Hummes aqui:

Quem faz parte da REPAM? Quer aderir?

(cm)

 

26/10/2017 07:00