Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

Pesar do Papa pelo assassinato da jornalista maltesa Daphne Caruana

Daphne Caruana Galizia - AP

20/10/2017 18:18

Cidade do Vaticano (RV) - O Papa Francisco expressou seu pesar pela “trágica morte” da jornalista e blogueira maltesa Daphne Caruana Galizia, assassinada esta segunda-feira, 16 de outubro, vitimada pela explosão de uma bomba colocada em seu automóvel em Bidnija, na Ilha de Malta.

Num telegrama assinado pelo secretário de Estado vaticano, Cardeal Pietro Parolin, endereçado ao Arcebispo de Malta, Dom Charles J. Scicluna, o Santo Padre, assegurando suas orações pela jornalista, manifesta sua proximidade aos familiares e a todo o povo maltês “neste momento difícil”.

A jornalista, que denunciara à polícia ter recebido ameaças de morte, tinha trabalhado na MaltaFiles, a investigação internacional que indicava a ilha como Estado mediterrâneo “que servia de base pirata para a sonegação fiscal na União Europeia.

Falando à Rádio Vaticano, o Arcebispo Scicluna afirmou que a morte de Daphne Caruana leva a uma maior determinação na prossecução da defesa da democracia e da liberdade de expressão. Ninguém se deixe intimidar e silenciar – foi a exortação do prelado maltês – porque, se isso acontecesse, seria a vitória da arrogância, da prepotência e da violência sobre o “trabalho essencial” dos jornalistas que “se encontram na linha de frente na busca da verdade”. (RL)

20/10/2017 18:18