Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Especiais \ Igreja

D. Roque: "Sínodo vai nos ensinar a ser mais acolhedores"

Evangelização e ecologia integral estarão na pauta do Sínodo - EPA

19/10/2017 09:20

Cidade do Vaticano (RV) – “O Sínodo Pan-amazônico vai alargar o coração e o horizonte da Igreja naquela região. Lá, onde as Sementes do Verbo foram plantadas pelos primeiros missionários e abraçadas pelos povos nativos, a Igreja cometeu erros e pediu muitas vezes perdão. O Sínodo vai ser uma oportunidade ímpar para pensarmos em como ser mais acolhedores, mais servidores e mais próximos dos povos indígenas, frequentemente desprezados e desacreditados”.  

É a primeira reação do Presidente do Conselho Indigenista Missionário, Dom Roque Paloschi, à convocação da Assembleia especial do Sínodo dos bispos para a região da Pan-Amazônia, em outubro de 2019. Nove Igrejas da área do Rio Amazonas compõem esta região: Brasil, Colômbia, Equador, Bolívia, Peru, Guiana, Suriname, Guiana Francesa e Venezuela.

Ouça aqui o Arcebispo de Porto Velho (RO):

A primeira visita do Papa à Amazônia está prevista em breve: durante sua viagem ao Peru, em 19 de janeiro, irá à cidade de Puerto Maldonado, capital do departamento Madre de Dios e da província de Tambopata.  Ali, Francisco se reunirá com indígenas da selva peruana e de territórios vizinhos, Bolívia e Brasil.

(cm)

19/10/2017 09:20