Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Vaticano \ Eventos

Falece, aos 86 anos, o cardeal filipino Juan Vidal. Pesar do Papa

Dom Juan Vidal havia sido criado Cardeal por São João Paulo II no Consistório de 1985 - AP

18/10/2017 12:46

Cebu (RV) – Faleceu na manhã desta quarta-feira (18/10), aos 86 anos, o Arcebispo emérito de Cebu, Filipinas, o Cardeal Juan Ricardo Vidal. Há uma semana ele havia sido internado com urgência. Sua morte foi confirmada logo cedo pelo seu médico, Dr. Rene Joseph Bullecer.

Profundamente entristecido pelo passamento do purpurado, o Papa Francisco expressa – num telegrama – sincero pesar ao Arcebispo de Cebu, Dom Jose S. Palma, aos fiéis, religiosos e ao clero da arquidiocese, manifestando gratidão pelo solícito serviço do Cardeal Vidal prestado à Igreja e pela constante promoção do diálogo e da paz em favor de todos os povos das Filipinas.

O Cardeal nasceu em 6 de fevereiro de 1931 na cidade de Mogpoc, Província de Marinduque, atual Diocese Boac (na época Diocese de Lucena).

Realizou seus primeiros estudos eclesiásticos no Seminário Menor do Santíssimo Rosário, que assumiu mais tarde o nome de Nossa Senhora do Carmelo.

Sucessivamente, o Ordinário de sua Diocese natal o enviou ao Seminário de São Carlos, Manila, para completar sua formação teológica.

Foi ordenado sacerdote em 17 de março de 1956. O Bispo de Lucena confiou a ele o cargo de Diretor Espiritual no local Seminário de Monte Carmelo.

Ao tornar-se Diretor do mesmo Instituto, dedicou-se à formação dos jovens candidatos ao sacerdócio até 10 de setembro de 1971, quando recebeu a nomeação de Coadjutor do Bispo de Malolos (Bulacan) e foi eleito à Igreja titular de Claterna.

Recebida a ordenação episcopal em 30 de novembro sucessivo, foi promovido em 22 de agosto de 1973 à sede episcopal de Lipa, em Batangas.

Em 13 de abril, foi nomeado Coadjutor com direito de sucessão do Arcebispo de Cebu, o Cardeal Julio Rosales, ao qual sucedeu em 24 de agosto de 1982.

No âmbito da Conferência Episcopal, entre outros, foi Presidente da Comissão Episcopal para as Vocações.

Foi Vice-Presidente da Conferência Episcopal e mais tarde, seu Presidente, de 1985 a 1987.

Em 15 de outubro de 2010 tornou-se Arcebispo emérito de Cebu.

Tendo sido criado Cardeal por São João Paulo II no Consistório de 1985, participou do Conclave de abril de 2005 que elegeu o Papa Bento XVI.

Com o falecimento de Dom Juan Ricardo Vidal, o Colégio Cardinalício passa a contar com 120 Cardeais eleitores (20 criados por João Paulo II, 51 por Bento XVI e 49 pelo Papa Francisco) e 99 não-eleitores (63 criados por João Paulo II, 25 por Bento XVI e 11 pelo Papa Francisco).





 

18/10/2017 12:46