Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Vaticano \ Eventos

Debate no Vaticano: Internet, direito humano para todos

Conectividade como aprendizado, troca de saberes e entendimento - AFP

10/10/2017 10:07

Cidade do Vaticano (RV) – Internet, de serviço comercial à utilidade pública. Hoje, a rede é o principal meio de capacitação para o aprendizado, divulgação de conhecimento, prestação de cuidados de saúde, agricultura, tutela do meio ambiente, geração de empregos e compreensão mútua. No entanto, 3 bilhões de pessoas no mundo ainda não têm conexão.  

A conexão à Internet é um direito humano? 

O tema está em debate nesta terça-feira (10/10) na Casina Pio IV, no Vaticano, onde a Pontifícia Academia das Ciências convocou estudiosos e especialistas de vários países para um Simpósio.

A análise parte do pressuposto que a conectividade é um direito gratuito: a sociedade deve acessá-lo. 

Como as escolas públicas, as luzes das ruas, as estradas e as calçadas, é responsabilidade da sociedade civil gerenciar, manter, oferecer e subcontratar as partes envolvidas de uma maneira competitiva, inovadora e em um mercado livre. Do mesmo modo como os cuidados de saúde primários, a educação pública, o Estado de direito, as forças policiais e de defesa.

Segundo a Academia, “a educação, um caso especial e importante, é o caminho mais rápido para a dignidade e a liberdade. E não pode ser uma estrada com pedágio”

Internet nas escolas para todos

“Uma escola sem conectividade não é uma escola para o século 21”; todos os alunos e professores têm o direito de se conectar. E o mesmo se aplica para idosos e pobres, que são os mais excluídos dos recursos digitais.

Custo para unir o mundo é irrisório e seria decisivo

Ainda segundo estudiosos, o custo para conectar os seres humanos em todo o mundo é inferior a 0,1% da despesa destinada atualmente às guerras. Uma dádiva para eliminar a ignorância, aliviar a pobreza, compartilhar conhecimentos básicos e trabalhar para a paz mundial, com um melhor entendimento recíproco. 

A Academia

O trabalho da Pontifícia Academia das Ciências compreende seis grandes áreas: ciência fundamental, ciência e tecnologia de problemas globais; ciência para os problemas do mundo em desenvolvimento, política científica; bioética, epistemologia.

(cm)

10/10/2017 10:07