Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

Santa Sé: direitos dos Sírios devem ser protegidos

Secretário das Relações com os Estados, Dom Paul Richard Gallagher - RV

22/09/2017 18:34

Nova York (RV) - “Os direitos de todos os sírios devem ser protegidos. O papel da lei, incluso o respeito pela liberdade religiosa e a igualdade de todos perante a lei baseada no princípio da cidadania prescindindo da raça, etnia ou religião, é fundamental para realizar e manter uma pacífica e frutuosa coexistência entre indivíduos e comunidades, na Síria e para além dela.” Foram palavras do secretário das Relações com os Estados, Dom Paul Richard Gallagher, ao definir as linhas-mestras para uma solução da longa crise no país do Oriente Médio.

Em pronunciamento esta quinta-feira (21/09) no encontro de alto nível organizado pela União Europeia à margem da Assembleia Geral da Onu, o arcebispo ressaltou que para o alcance de uma paz duradoura na Síria e de uma coexistência harmoniosa entre todas as comunidades étnicas e religiosas é fundamental “uma crível, reciprocamente concordada, solução política interna para o conflito, com o apoio construtivo”.

O Arcebispo Gallagher evidenciou o empenho da Santa Sé por uma solução da grave emergência humanitária causada pelo conflito. “Desde o início da crise a Santa Sé sempre esteve profundamente preocupada com os terríveis sofrimentos humanos de milhões de crianças inocentes e de outros civis privados dos bens e dos serviços essenciais”, afirmou.

Daí, o pedido a um acesso imediato às áreas de conflito para os agentes humanitários. “A Santa Sé insiste a fim de que o direito humanitário internacional seja plenamente respeitado, em particular no tocante à proteção dos civis e das infraestruturas.”

Essa linha de ação recebeu o apoio também do alto representante europeu para a política externa, Federica Mogherini. “A União Europeia está pronta para acolher a segunda conferência internacional sobre o futuro da Síria em 2018”, anunciou Mogherini na quinta-feira durante o encontro na Onu. (RL/L’Osservatore Romano)

22/09/2017 18:34