Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no Brasil

7 de setembro: "Jejuar e orar para nos libertar das mordaças"

7 de setembro, Dia da Pátria - RV

07/09/2017 07:30

Tubarão (RV) - No dia 7 de setembro, quando oficialmente se comemora a independência política do Brasil, as comunidades estão todas convidadas a rezar juntas pela realidade brasileira no “Dia de Oração e Jejum pelo Brasil” , proposto pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

O Dia é um convite aos cristãos católicos brasileiros a entrar e despertar para a realidade brasileira por meio da oração e jejum. “A oração nos abre um horizonte de compreensão para além da nossa realidade imediata e nos convida a dar nossa contribuição como cristãos e católicos”, segundo Dom Leonardo Steiner, Secretário-geral da CNBB.

      O tema desta edição é “Dia da Pátria: Vida em primeiro lugar” e o lema “A paz é o nome de Deus” e a CNBB divulgou uma mensagem.

Dom João Francisco Salm é bispo de Tubarão (SC) e Presidente do Regional Sul 4 da Conferência. A seu ver, “o papel da Igreja não é sair pelas ruas e provocar uma revolução. A Igreja pode, sim, provocar uma revolução do amor, do bem, da consciência, de uma política honesta”.

“O povo brasileiro ainda não vive a sua liberdade. Vivemos um momento de perplexidade, são momentos de desencontro e falta de verdade".

"A oração, neste sentido, orienta, unifica, nos coloca nas mãos de Deus, proclama nossa confiança em Deus. Não podemos perder as esperanças”, afirma.

O jejum ajuda a tomar consciência de nossa fragilidade, ou seja, não vale a pena acumular bens e apegar-se a coisas passageiras. O jejum é um exercício de simplicidade, de humildade e de fé, que ajuda a educar e conscientizar: jejuar e orar nos põem em contato com Deus... mudam o nosso olhar sobre o mundo; influenciam o nosso caminho de conversão, e quem sabe, o daqueles que têm o poder de governar e propiciar o bem comum”.

Ouça na integra aqui:

(CM)

 

07/09/2017 07:30