Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Bósnia-Herzegovina: iniciativa ambiental reúne jovens católicos, ortodoxos e muçulmanos

"Construir pontes e não muros" havia sido o pedido do Papa aos jovens em Sarajevo - REUTERS

01/09/2017 10:20

Sarajevo (RV) – “Construir pontes e não muros”, foi a exortação do Papa Francisco aos jovens católicos (minoria no país) e a seus compatriotas muçulmanos e ortodoxos, quando de sua viagem apostólica à Sarajevo, capital da Bósnia-Herzegovina, em 6 de junho de 2015.

Um ulterior chamado para a construção da paz e a esperança foi semeado em 29 de agosto, justamente na capital bosniana onde 30 jovens (10 bosnianos, 10 albaneses e 10 italianos) foram protagonistas do intercâmbio juvenil “Respect”, que se insere no âmbito do projeto “Inside!” sobre a tutela do ambiente e a reutilização dos espaços abandonados.

Financiado pela União Europeia por meio da Western Balkan Windows, ligada ao Programa Erasmus, a iniciativa contou com a participação de três organizações: o Centro diocesano para a Pastoral da Juventude “João Paulo II” de Sarajevo, a Caritas italiana e a Associação Embaixadores da Paz (uma organização juvenil com sede em Baqel, na Albânia).

Um sinal de como a Igreja bosniana deseja contribuir para o bem comum da Bósnia-Herzegovina, mesmo em uma cidade de maioria muçulmana.

Os voluntários (entre os bosnianos trabalharam juntos católicos, ortodoxos e muçulmanos) recuperaram um parque florestal na periferia sul de Sarajevo.

O espaço localiza-se em Novi Grad, uma das 4 municipalidades que compõe a capital e foi colocado novamente à disposição da cidade, depois de anos de degradação e abandono.

A nova área foi inaugurada na manhã de quarta-feira e compreende um parque infantil totalmente refeito e um campo de basquete.

Na inauguração, pronunciou-se o Prefeito local, Semir Efendic, que destacou “que o projeto é um exemplo positivo de como os jovens, por meio de seus esforço, podem contribuir para o crescimento de sua comunidade local e ao bem comum”.

Pelo Centro de Pastoral Juvenil pronunciou-se o porta-voz Josip Milanovic que apresentou as atividades do centro. (JE/SIR)

01/09/2017 10:20