Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

EUA: Religiosas protestam contra construção de gasoduto

Caso da construção do gasoduto foi parar na justiça. As religiosas prometem resistir contra o que consideram uma "violação a sua liberdade religiosa" - AFP

21/07/2017 14:35

Washington (RV) – Uma pequena capela à céu aberto, rodeada por plantações. Quatro bancos e um altar feito com tábuas. O objetivo? Interromper o traçado de um gasoduto na Pensilvânia.

O protesto é organizado pelas Irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo ("Adorers of the Blood of Christ"), Congregação muito comprometida com questões ambientais.

O caso foi parar nos tribunais. De um lado as religiosas e de outro, a empresa Williams Partners, que pretende construir o gasoduto Atlantic Sunrise Pipeline.

A Companhia tentou negociar com as religiosas, mas sem sucesso. Agora, na espera do veredito dos juízes, as irmãs se preparam para resistir, construindo esta capela improvisada no caminho e dizendo estarem preparadas para realizar uma vigília ininterrupta, caso for necessário.

As religiosas dizem ter se inspirado na Encíclica Laudato Si, com a qual o Papa Francisco dirige um caloroso apelo em favor da tutela da criação.

O projeto do gasoduto – explicou a Madre Linda Fisher, de 74 anos, uma das religiosas empenhadas na batalha – “vai contra tudo em que acreditamos. Nós acreditamos na proteção de toda a criação”.

Neste sentido, na denúncia apresentada ao Tribunal, as irmãs sustentam que a autorização federal ao gasoduto viola a sua liberdade religiosa.

A Congregação à qual pertencem as irmãs – com cerca de duas mil religiosas espalhadas em todo o mundo – já saiu a campo no Brasil contra a construção de uma hidrelétrica e na Guatemala contra uma mineradora de ouro.

Agora é a vez da pequena comunidade de Lancaster County colocar em prática “a ética do solo”.

Domingo passado, na missa celebrada à céu aberto, reuniram-se mais de 300 fiéis e apoiadores.

O traçado do Atlantic Sunrise Pipeline tem 10.200 milhas de extensão, indo do Texas a Nova Iorque, e envolve também os Estados fronteiriços.

Na realidade, o projeto é a ampliação de um gasoduto que já existe, o TransCon Natural Gas, uma obra gigantesca de mais de 3 bilhões de dólares.

(JE / L’Osservatore Romano)

21/07/2017 14:35