Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Vaticano \ Eventos

Card. Turkson: "Oceanos são patrimônio comum da humanidade"

Oceanos, recurso natural e fonte de lazer - REUTERS

05/07/2017 09:58

Cidade do Vaticano (RV) - “Estamos esquecendo que os oceanos são patrimônio da humanidade”, afirmou terça-feira (04/07) o Cardeal ganês Peter Kodwo Appiah Turkson, Prefeito do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, no congresso “Oceanos. Tutelando uma herança comum” (“Oceans. Caring for a common heritage”).

O evento é promovido pela Santa Sé e as embaixadas da França, Mônaco e Países Baixos junto ao Vaticano.

“As áreas do fundo oceânico e de seu subsolo não pertencem a jurisdições nacionais: são patrimônio comum da humanidade”, recordou Turkson citando a Resolução 2749 da ONU. “Estamos perdendo de vista este significado. A noção de patrimônio comum deve ser aplicada nos regulamentos internacionais futuros e levar à proteção dos mares”.

“O afastamento da noção dos mares como patrimônio comum da humanidade – que é a tese do cardeal – demonstra que a responsabilidade em relação aos mares e seus recursos para a família humana está diminuindo. Não somos os autores do nosso patrimônio, o recebemos do passado e portanto, devemos deixá-lo como herança às pessoas que aqui habitarão no futuro”, advertiu Turkson, exortando à “solidariedade inter-geracional”.

“Quando se perde o sentimento de gratidão por este dom que deve ser deixado como herança – prosseguiu – começa-se a explorar os recursos de modo insustentável”. “O mar não só separa, mas garante a união entre os continentes e as pessoas. Cobre grande parte da Terra e é capaz de unir a humanidade”. 

05/07/2017 09:58