Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Papa Francisco \ Viagens

"Que eu possa seguir o exemplo de Pe. Lorenzo Milani"

Papa diante do túmulo de Pe. Lorenzo Milani

20/06/2017 12:18

Barbiana (RV) – O Papa Francisco chegou à cidade de Barbiana, na província e Arquidiocese de Florença, na manhã de terça-feira (20/06), proveniente de Bozzolo, e foi diretamente ao cemitério local para uma oração, reservada, junto ao túmulo do Padre Lorenzo Milani, que viveu no século XX.

Em seguida, no jardim adjacente à igreja local, o Papa fez um discurso a um grupo de discípulos do Padre Milani, sacerdotes e alguns jovens hóspedes das residências de acolhimento familiar.

Vim aqui para homenagear a memória de um sacerdote que testemunhou que no dom de si a Cristo se encontram os irmãos em suas necessidades, para que seja defendida e promovida sua dignidade de pessoas, com a mesma doação de si que Jesus nos mostrou, até a cruz”.

Pe. Lorenzo Milani viveu sua missão nos lugares em que a Igreja o chamou com plena fidelidade ao Evangelho, e “vocês são as testemunhas de sua paixão educativa, de sua intenção de despertar nas pessoas o humano, abrindo-as ao divino”, disse.

No discurso, o Papa destacou a dedicação do sacerdote à escola e aos pobres, ‘porque sem palavra não existe dignidade e consequentemente, nem liberdade e justiça’, como ensinou Pe. Milani.

“É a palavra que abrirá o caminho à plena cidadania na sociedade, mediante o trabalho, e à plena pertença à Igreja. Só assim podemos realizar a humanização que reivindicamos para toda pessoa nesta terra, ao lado do pão, da casa, do trabalho, e da família. A Palavra é instrumento de liberdade e de fraternidade”.

O Papa se dirigiu especificamente aos jovens que precisam de acompanhamento, àqueles que vivem na marginalidade.

“Agradeço todos os educadores que estão a serviço do crescimento das novas gerações, especialmente os que vivem em condição difícil. Sua missão é de amor, porque não se pode ensinar sem amar e sem a consciência de que aquilo que se doa é simplesmente um direito, o de aprender”.

Idosos e jovens, testemunhas e herdeiros de Pe. Milani

Depois o Pontífice dedicou algumas palavras aos sacerdotes, dos mais idosos aos mais jovens, testemunhas e herdeiros da trajetória de Pe. Lorenzo, ressaltando sua fé totalizante e sua doação completa ao Senhor. “Ele nos ensina a querer bem à Igreja, que com sinceridade e verdade pode haver tensões, mas nunca fraturas ou abandonos”.

A passagem do Papa por Barbiana compreendeu também uma breve visita à casa paroquial, nas salas que hospedavam uma escola popular.

(CM)

 

 

20/06/2017 12:18