Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Vaticano \ Eventos

Migração: Igreja tece novas formas de colaboração

Migrantes em Trípoli, na Líbia - AFP

15/06/2017 11:12

Cidade do Vaticano (RV) – A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou o comunicado final do Seminário sobre migrantes, refugiados e vítimas do tráfico humano, realizado nos dias 12 e 13 de junho, em Roma.

Participaram do encontro bispos, 36 delegados de 21 Conferências Episcopais, três representantes da Secretaria de Estado e das Missões Permanentes da Santa Sé em Nova Iorque e em Genebra. O evento foi promovido pela Seção Migrantes e Refugiados do Dicastério para a Desenvolvimento Humano Integral.

Contexto migratório atual

Os participantes debateram os principais desafios apresentado pelo contexto migratório atual e as respostas imediatas, a médio e longo prazo que a Igreja pode dar em nível diocesano, nacional e regional.

Importância relevante foi dada à preparação dos chamados “Global Compacts 2018”, dois pactos globais que a comunidade política internacional pretende aprovar no decorrer do ano de 2018 a fim de estabelecer critérios basilares para uma migração internacional disciplinada, segura, regular e responsável.

Este tipo de migração, afirma o comunicado, “é possível somente quando as pessoas são realmente livres de permanecerem em seu próprio lugar de origem”.

Experiência intensa e complexa

Das explanações feitas, “emergiu claramente quanto a realidade vivida pelas pessoas que são obrigadas a fugir seja muito mais intensa e complexa do que se possa imaginar”.

Para facilitar a comunicação e a colaboração entre as realidades eclesiais presentes nos cinco continentes, a Seção Migrantes e Refugiados convidou os participantes a utilizarem um nova plataforma digital, que permitirá compartilhar recursos em tempo real, reunir as melhores práticas e cooperar ativamente na definição de ações futuras.

Enfrentar juntos os desafios

“Foram dois dias de trabalho intenso, mas os resultados superaram amplamente as expectativas. Enfrentando juntos os desafios, tudo parece mais simples e a fé em Jesus Cristo permite superar toda adversidade, olhando para o futuro com mais esperança”, lê-se ainda no comunicado.

CNBB

Representando a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), participou a leiga scalabriniana Elizete Sant’Anna de Oliveira, da Caritas do Paraná, que fala da organização da Igreja brasileira em prol dos migrantes:


 

15/06/2017 11:12