Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja na América

Venezuela: Cardeal Urosa convoca Dia de Oração pela Paz

Cruzes tem os nomes e idade dos mortos nas últimas manifestações - REUTERS

08/05/2017 13:58

Caracas (RV) – O Cardeal Jorge Urosa Savino pediu para que seja celebrado um Dia de Oração pela Paz na Venezuela.

“Temos que pedir muito a Deus, porque atualmente existem muitos problemas: a fome, o desabastecimento, a violência, saques e a falta de medicamentos, porém também existe um problema político que deve ser resolvido: acatar e obedecer a Constituição”, reiterou ele.

A convocação é para que o Dia de Oração seja realizado em todas as Igrejas da Venezuela no dia 21 de maio. “Vamos rezar ao Senhor insistentemente pela paz” pedindo “ justiça e a resolução dos problemas enfrentados pelo país atualmente”, precisou o Cardeal venezuelano.

Dom Urosa Savino também exortou à moderação nos protestos. “Houve muitos mortos, já somam 37 mortos e a maioria deles foram assassinados pela repressão desmedida nas manifestações. Isso é inaceitável e deve cessar”.

Nas marchas – constatou – existe um excesso de efetivos de segurança  que reprime as manifestações e quando ocorrem atos de vandalismo surpreende “que não sejam reprimidos, nem controlados, nem impedidos. Isso é algo insólito, porque estes saques são atos criminosos que prejudicam todo o povo. Ali sim deveria haver uma ação firme e eficaz de todos os corpos de segurança de Estado, dentro do marco da Constituição e leis”.

Por outro lado, um grupo de venezuelanos presentes na Praça São Pedro este domingo, protestou contra o governo do Presidente Nicolàs Maduro durante a Oração do Regina Coeli.

Levantando cruzes com os nomes e idades dos mortos nas manifestações das últimas semanas, a manifestação foi silenciosa e não interferiu no tradicional encontro dominical com o Papa. (JE)

08/05/2017 13:58