Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

Card. Ravasi: "Prevenir violência contra mulheres é dever também da Igreja"

Cardeal Ravasi, italiano, é o presidente do PC para a Cultura - ANSA

31/03/2017 10:18

Cidade do Vaticano (RV) – “O único e verdadeiro instrumento para prevenir a violência, especialmente contra as mulheres, é a educação, e ela é um grande dever da escola e da Igreja”: é o que afirma o Cardeal Gianfranco Ravasi, Presidente do Pontifício Conselho para a Cultura, que participou do encontro em Roma “Prepotência e medo. A dignidade da mulher contra a violência”.

O evento é uma iniciativa promovida pelo Pátio dos Gentios, no âmbito do projeto ‘Pátio dos Estudantes’, do qual participam cerca de 300 jovens alunos do ensino superior de escolas romanas.

“As religiões que no passado foram instrumento de guerra e opressão – prossegue o cardeal – hoje são a única semente plantada nesta terra repleta de intrigas. Exemplo destas sementes é o que o Papa está fazendo neste sentido”.

O opúsculo do evento traz na capa o convite do Pontífice à oração, feito no Angelus de 12 de março passado, pelas jovens vítimas da violência, que o Papa definiu como “um grito abafado que deve ser ouvido por todos nós e que não podemos continuar a fingir que não vemos nem ouvimos”.

O Cardeal Ravasi lembra que Francisco sublinha continuamente a importância de respeitar e valorizar as mulheres. “Convida a comportamentos de misericórdia e compreensão nas relações. Os erros dos outros não podem justificar a violência da reação instintiva e primordial. Infelizmente, conclui o cardeal, esta evolução ainda não se deu e alguns homens parecem viver no tempo das cavernas”. 

(CM)

31/03/2017 10:18