Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Papa Francisco \ Viagens

Igreja colombiana: viagem do Papa é pastoral, não política

Logo da visita do Papa à Colômbia - RV

14/03/2017 10:32

Bogotá (RV) – O Presidente da Conferência Episcopal Colombiana, Dom Luis Augusto Castro Quiroga, enviou uma mensagem aos políticos para que não instrumentalizem a visita do Papa ao país.

A mensagem foi enviada depois de divulgada a data oficial da viagem de Francisco, de 6 a 11 de setembro.

“O Papa jamais condicionaria sua visita pastoral a uma motivação política. Pois bem, é um momento muito oportuno para se dirigir a Deus, para nos sentirmos mais próximos Dele, para ver no que podemos mudar, naquilo que podemos melhorar, para ser pessoas melhores, comunidades melhores e um país melhor”, declarou Dom Castro Quiroga à Rádio Caracol.

O Arcebispo acrescentou que a melhor face que o país pode apresentar ao Papa é o pleno desarmamento das Farc.

Já o Secretário do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, o colombiano Dom Octavio Ruiz, garantiu que Francisco chegará com uma mensagem de paz, de perdão e de solidariedade para com as vítimas da violência.

O colombiano com cargo mais alto no Vaticano afirmou que o Papa tem interesse em acompanhar todos os que estão lutando para acabar com o conflito armado.

“Ele vem para animar a ação pastoral, a aproximação ao Senhor e renovar a nossa fé cristã”, afirmou o Arcebispo Octavio Ruiz, acrescentando que Francisco pediu para visitar uma prisão colombiana, como normalmente faz em suas viagens.

Na sexta-feira passada, 10 de março, a Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou a notícia de que o Papa Francisco viajará à Colômbia de 6 a 11 de setembro, visitando as cidades de Bogotá, Villavicencio, Medellín e Cartagena. 

14/03/2017 10:32