Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja na América

México: Estado de emergência em Cancún. Bispo pede segunça e oração

Pessoas correndo do local do ataque, em Cancún - AP

18/01/2017 14:07

Cancún (RV) - O Bispo de Cancún-Chetumal, Dom Pedro Pablo Elizondo Cárdenas, convidou as autoridades a “manter a paz, garantir a segurança, salvaguardar a vida e proteger a população e os turistas”, após alguns episódios de violência ocorridos na cidade e a proclamação de estado de emergência. 

Na última terça-feira (17/01), um grupo de homens armados atacou a tiros vários edifícios públicos na região central do balneário turístico de Cancún. Os criminosos abriram fogo contra a sede da promotoria do Estado para a região norte. Durante o tiroteio com a Polícia um funcionário da promotoria e três homens armados morreram.

Na nota enviada a Fides, o Bispo convida os cidadãos a “respeitarem as regras de segurança e a permanecerem em casa. Ouvir as autoridades competentes e prestar atenção aos comunicados das autoridades sobre a situação”. Dom Elizondo convida “todos os católicos a rezarem pela paz e a reconciliação no México”. 

O Prefeito de Cancún convidou os cidadãos à calma. “As autoridades estão fazendo de tudo para controlar a situação e prender os responsáveis”. 

O ataque contra a promotoria do Estado foi perpetrado depois do tiroteio numa discoteca perto da Playa del Carmen, na última segunda-feira, que causou cinco mortos. 

(MJ)

18/01/2017 14:07