Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Dominicanos reunidos em Roma para questionar sua missão

Frei Bruno Cadorè é o Mestre da Ordem dos Pregadores - RV

17/01/2017 13:23

Cidade do Vaticano (RV) – A Ordem dos Dominicanos está celebrando 800 anos de fundação e os frades pregadores de todo o mundo estão se reunindo em Roma, na Universidade São Tomás de Aquino (Angelicum) no congresso intitulado “Enviados a pregar o Evangelho”.

Em quatro dias, os 600 participantes terão laboratórios, plenárias e encontros de oração. As sessões de trabalho serão disponibilizadas ao vivo no site da Ordem em francês, inglês e espanhol, e os internautas serão convidados a fazer perguntas aos relatores utilizando o hashtag OP800.

Na manhã desta terça-feira (17/01), três frades apresentaram o Congresso na Sala de Imprensa da Santa Sé. O Mestre da Ordem, Bruno Cadoré, ressaltou a importância de a missa de encerramento ser presidida pelo Papa Francisco na Basílica de São João de Latrão (com transmissão ao vivo pela RV-SPC).

Os dominicanos justificam a escolha desta Basílica por ser o lugar aonde residia o Papa na época de Santo Domingo e onde presumivelmente se realizaram seus encontros. “Neste dia tão especial para todos, convocados uma vez mais pelo próprio Cristo e presididos por Sua Santidade, o Papa Francisco, queremos redescobrir nossa vocação como Ordem de Pregadores”.

Segundo Frei Cadoré, o Congresso quer responder a duas questões principais: “Como tornar a evangelização uma boa notícia” e “Como a Ordem, com a sua experiência e vivência, pode oferecer à Igreja do mundo um serviço específico?”.

A Família Dominicana tem sua origem na Europa da Idade Média, na época das Cruzadas e de Francisco de Assis. Ela brotou a partir da experiência de vida evangélica de São Domingos de Gusmão, aproximadamente em 1170. 

No ano passado, os Dominicanos se reuniram em Capítulo em Bolonha (Itália) e o Papa Francisco enviou uma mensagem de encorajamento e os recebeu em 4 de agosto, no Vaticano.

(CM)

 

17/01/2017 13:23