Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Especiais \ Direitos Humanos

Frade brasileiro em Aleppo relata destruição e esperança

Fr. Bruno acompanhado de outro frade em Aleppo - RV

16/01/2017 10:58

Aleppo (RV) – Destruição e esperança: assim o Guardião e Reitor da Basílica da Anunciação em Nazaré, na Terra Santa, Fr. Bruno Varriano, viveu sua visita à cidade de Aleppo, na Síria.

Neste testemunho à Rádio Vaticano, Fr. Bruno relata a viagem “aventurosa e difícil” da capital, Damasco, até Aleppo. Em tempos de paz, eram necessárias quatro horas para fazer este percurso, mas com a guerra, agora se levam nove horas.

Ao chegar a Aleppo, a visão é desoladora: “O centro histórico está completamente destruído. Foram destruídos mosteiros, igrejas, casas, hotéis, lojas, assim como o mercado. Mas encontramos uma comunidade cristã com muita fé e esperança. Vi também um perfume de caridade. Ajudam-se entre si e recebem ajudas de cristãos de todo o mundo. Vi uma igreja em pé, que não abandona os cristãos. Estou levando comigo fé, esperança e caridade que pude experimentar nesses dias. Deus não abandona o seu povo e não o abandona por meio daqueles que se sacrificam e estão aqui. Vemos só destruição, não só os edifícios, mas as pessoas estão cansadas”.

Fr. Bruno lança então um apelo à paz: “Daqui podemos tirar uma lição de vida: de que a guerra jamais deve acontecer, a guerra só destrói. O ser humano, sem Deus, é capaz de fazer coisas terríveis. Não à guerra, sim à paz”.

16/01/2017 10:58