Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Vaticano \ Eventos

Papa: Dormitórios vaticanos para sem-teto abertos 24 horas

Frio polar castiga moradores de rua que vivem nas cercanias do Vaticano - ANSA

08/01/2017 09:09

Cidade do Vaticano (RV) – As baixas temperaturas que tem se verificado na Itália em decorrência de uma massa de ar polar, levaram o Papa Francisco a tomar uma série de medidas para oferecer ajuda e um abrigo aos sem-teto que vivem nas cercanias do Vaticano.

Em declarações à Agência Ansa, o Arcebispo Konrad Krajewski,  responsável pela Esmolaria Pontifícia, informou que os dormitórios permanecerão abertos 24 horas, e a qualquer pessoa que bater à porta, será oferecido um lugar aquecido e alimento, mesmo que todas as camas estejam ocupadas.

Desta forma, permanecerão abertos o dormitório “Dom de Maria”, gerido pelas Irmãs da Caridade, o dormitório da Via Ratazzi e o dormitório “Dom de Misericórdia”, localizado na Via dei Penitenzieri, que desde sexta-feira já acolhe 20 pessoas além de sua capacidade.

Para aqueles que resistem em ir a um dos dormitórios colocados à disposição, a Esmolaria está distribuindo sacos de dormir térmicos - com capacidade para resistir a temperaturas de até – 20°C - assim como automóveis da instituição.

“O carro, naturalmente, não pode ficar ligado durante toda a noite, porque é perigoso – explica Dom Krajewski – mas como um abrigo já é alguma coisa”.

Um dos beneficiados, por exemplo, foi um morador de rua de 85 anos, que dormiu em um Fiat Qubo, colocado à disposição pela Esmolaria Pontifícia.

“Fazemos todo o possível”. Aos sem-teto “são levadas também sopas quentes, sanduiches e chocolate quente para fornecer calorias”, explicou o Esmoleiro, cuja obra – em concordância com o Pontífice – é totalmente financiada com os recursos provenientes dos pergaminhos papais (“Bênção Apostólica”).

Também os militares do Exército colaboram com a Esmolaria, assim como uma equipe da Guarda Suiça que auxilia Dom Krajewski nos giros noturnos que faz pela cidade de Roma em busca de pessoas necessitadas.

“Isto sempre acontece – ressaltou o Arcebispo polonês – mas agora multiplicamos estes serviços”.

(je/adc)

08/01/2017 09:09