Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Síria: apelo do Patriarca de Antioquia neste Natal

Patriarca Gregório III

20/12/2016 15:42

Damasco (RV) – “Estamos caminhando por uma estrada de dor e de tristeza, mas também de esperança e de um futuro melhor”. É o que escreve o Patriarca de Antioquia e de todo o Oriente da Igreja greco-católica, Gregório III Laham, que com estas palavras sintetiza sua mensagem com os votos de um Santo Natal para a Síria e dirige um apelo aos que estão fugindo para que fiquem “a fim de construir um mundo novo”.

“Apesar de toda a dor e a tragédia que estamos assistindo, seja em Damasco, como em Homs ou em Aleppo, a comunidade cristã na Síria se prepara à alegria do Natal, hoje mais do que nunca”, escreve o patriarca.

Para Dom Laham, “estamos vivendo um momento de grande desafio e é preciso usar a força do Natal para levar alegria para quem se encontra na tristeza e na dor, para quem perdeu a esperança e percebe não ter mais um futuro”.

“Neste Natal – continua ainda o Patriarca – em todas as igrejas onde é possível haverá encontros com orações especiais, missas e vigílias com leituras evangélicas e espirituais”. E acrescenta: “Todas as igrejas estão trabalhando para levar um pouco de alegria ás crianças, às famílias dos mártires e dos idosos”.

Este deve ser o compromisso da Igreja com a chegada do Natal: “Precisamos fazer todo esforço possível para criar condições a fim de levar alegria ao maior número de pessoas”.  

Por fim Laham expressa toda sua “dor” pelo fato que “muitas pessoas foram obrigadas a deixar suas casas e procura refúgio em regiões da Síria, nos Países próximos ou mesmo na Europa. Nós como Igreja – esclarece – somos contra todo tipo de migração, porque isto enfraquece as forças espirituais da sociedade”. Ao mesmo tempo reconhece que “não se pode proibir a uma pessoa garantir a sobrevivência dele e de sua família”. Mas aproveita esta mensagem de Natal para mais um apelo: “Fiquem! Dizemos a todos? Fiquem para construir um mundo novo após esta crise, precisamos reconstruir nossa nação sobre os alicerces do perdão, da reconciliação e da fraternidade”, conclui Dom Laham. (SP)

 

20/12/2016 15:42