Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Especiais \ Saúde

Câncer: dilema entre avanço da ciência e realidade econômica

Médicos estudam células com câncer - REUTERS

13/12/2016 07:00

Cidade do Vaticano (RV) - Abrimos espaço, em nosso quadro de saúde, ao tema do câncer, nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado (malígno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo.

Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroladas, determinando a formação de tumores (acúmulo de células cancerosas) ou neoplasias malignas. Por outro lado, um tumor benigno significa simplesmente uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao seu tecido original, raramente constituindo um risco de vida, informa o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), órgão brasileiro auxiliar do Ministério da Saúde que atua no desenvolvimento e coordenação de ações integradas para a prevenção e controle do câncer no Brasil.
 
Nós conversamos recentemente com o Doutor Vanderlei Bagnato, físico e professor da Universidade de São Paulo que participou, no Vaticano, da Plenária da Pontifícia Academia das Ciências. Ele nos fala sobre os progressos científicos obtidos nos estudos sobre o câncer. 

(MJ/INCA)

13/12/2016 07:00