Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

Imigrantes EUA: abandonados à mercê do sol, fome e parasitas

Casa do Migrante em Tijuana, México - REUTERS

19/11/2016 14:56

San Diego (RV) - Não para a marcha de crianças e famílias imigrantes do México, Guatemala, Honduras e El Salvador rumo ao Estados Unidos, que fogem da violência e pobreza. O alarme foi lançado pela Agência de Controle das Fronteiras dos Estados Unidos (CBP). 

Na nota enviada à Agência Fides lê-se que no confim entre Estados Unidos e México, numa terra de ninguém, onde a temperatura chega a cerca de 50ºC, se encontram centenas de corpos abandonados, muitas vezes só os ossos de pessoas que procuravam encontrar um lugar onde viver com dignidade e enviar aos familiares algo para saciar a fome. 

A CBP mantém o alerta alto: “Foi uma estação muito quente e as temperaturas não caíram”, refere a nota. Ao mesmo tempo, o número de crianças que são presas na fronteira está alcançando o da crise humanitária de 2014. Nós últimos três anos o confim entre Texas e México foi invadido por uma onda de crianças imigrantes e famílias centro-americanas sem precedentes. Elas fogem de seus respectivos países de origem, principalmente El Salvador, Guatemala e Honduras para pedir asilo aos Estados Unidos. 

(MJ)

19/11/2016 14:56