Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

Jubileu: o fechamento das Portas Santas nas Basílicas papais

Papa Francisco na abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro, 08 de dezembro de 2015 - ANSA

08/11/2016 20:32

Cidade do Vaticano (RV) - No domingo, 20 de novembro, solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, o Papa Francisco presidirá, às 10h locais, na Basílica de São Pedro, à missa de conclusão do Ano Santo da Misericórdia.

As Portas Santas de todas as dioceses do mundo serão fechadas na semana precedente. Em Roma, o rito será celebrado no sábado, 12 de novembro, às 11h locais, no Albergue “Don Luigi Di Liegro”, e às 18h, no “Santuário Nossa Senhora do Amor Divino em Castel di Leva”.

No domingo, 13 de novembro, nas outras três basílicas papais. Os legados pontifícios para o fechamento das Portas Santas em São Paulo Fora dos Muros e Santa Maria Maior, cujo rito será celebrado pelos respectivos arciprestes: o Cardeal James Michael Harvey, que às 17h locais celebrará a missa e presidirá ao rito em São Paulo Fora dos Muros, e o Cardeal Santos Abril y Castelló, às 18h, em Santa Maria Maior.

No que diz respeito à Basílica de São João de Latrão – Catedral de Roma -, a missa e o rito de fechamento serão presididos, às 17h30 locais do domingo, dia 13, pelo cardeal vigário Agostino Vallini.

A cerimônia prevê o fechamento do batente da Porta Santa, já a reposição da coiceira será feita posteriormente: na parede, na parte interna da nave, a ser depois coberta por uma lápide, será murada a ‘capsa’, a caixa de zinco contendo a notificação de fechamento da Porta, a chave e, segundo a tradição, algumas medalhas e moedas do ano corrente.

Será também o vigário do Papa para a Diocese de Roma, Cardeal Agostino Vallini, quem presidirá, no sábado, dia 12, à missa de conclusão do Jubileu no Albergue da Caritas diocesana e no Santuário do Amor Divino.

No que tange à Porta Santa da Caridade do Albergue “Don Luigi Di Liegro”, próximo da Termini, estação ferroviária da capital, a liturgia terá início às 11h locais, com a participação dos assistidos pelo centro caritativo, de voluntários e dos agentes de todos os centros de acolhimento da Caritas Roma.

Aberta em 18 de dezembro de 2015 pelo Papa Francisco – a primeira na história dos Jubileus não sendo de basílicas, catedrais ou igrejas –, a Porta Santa da Caridade encontra-se na entrada principal do refeitório, tendo acima um mosaico realizado pelo jesuíta Pe. Marko Ivan Rupnik, representando o ícone do Ano Santo da Misericórdia.

Durante estes 11 meses, mais de 12 mil peregrinos a atravessaram após ter rezado e realizado um serviço de voluntariado: pessoas provenientes não somente de paróquias, associações e movimentos eclesiais, mas também de Igrejas distantes como Cingapura, Índia, Taiwan, EUA, Chile, Peru, Canadá, Bolívia, Geórgia, França, Grã-Bretanha e Suíça.

Ainda no sábado, às 18h locais, o Cardeal Vallini presidirá à missa na paróquia “Santuário de Nossa Senhora do Amor Divino em Castel di Leva”. (RL)

08/11/2016 20:32