Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no Brasil

Campanha Missionária 2016: “Cuidar da Casa Comum é nossa missão”

Campanha Missionária 2016: “Cuidar da Casa Comum é nossa missão” - RV

21/10/2016 07:00

Brasília (RV) – Realiza-se, em Brasília, de 22 a 23 de outubro, a “Campanha Missionária 2016” sobre o tema “Cuidar da Casa Comum é nossa missão” e o lema “Deus viu que tudo era muito bom”.

A iniciativa lançada pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) pretende levar a refletir sobre a preocupante situação da ecologia, o sofrimento dos pobres e a exploração da Terra, a partir do compromisso com a “missão de cuidar da vida no planeta”.

Lema

Outubro é o Mês das Missões, um período de intensificação das iniciativas de animação e cooperação missionária em todo o mundo. O objetivo é sensibilizar, despertar vocações missionárias e realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões, penúltimo domingo de outubro, instituído pelo Papa Pio XI, em 1926.

O lema da Campanha Missionária 2016 é extraído da narração da Criação no livro do Gênesis: “Deus viu que tudo era muito bom” (Gn 1, 31). O projeto do Criador é maravilhoso, mas está ameaçado!

Grito

A preocupação pela ecologia parte de dois prementes apelos: “O grito dos pobres que mais sofrem”, e “O grito da Terra que geme pela exploração”. A temática retoma a Campanha da Fraternidade Ecumênica deste ano e amplia a missão de cuidar da vida em todo o planeta.

Em sua Encíclica Laudato si’, o Papa Francisco adverte: “A existência humana baseia-se em três relações intimamente interligadas: com Deus, com o próximo e com a terra”. E questiona: “Que tipo de mundo queremos deixar aos que vêm depois de nós, às crianças que estão crescendo?”.

“Em nossa Casa Comum, - lemos na Encíclica - tudo está interligado, unido por laços invisíveis, como uma única família universal. E nós recebemos de Deus a missão de cuidar dessas relações. Isso tem a ver com a missão da Igreja”. (MT) 

21/10/2016 07:00