Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

O Prefácio do Padre Bergoglio em livro de poesia

Cardeal Bergoglio no Arcebispado em Buenos Aires - EPA

22/09/2016 19:10

Cidade do vaticano (RV) – Em 19 de setembro de 2016 faleceu o Padre Osvaldo Pol, jesuíta argentino e poeta.

O então Reitor do Colégio Máximo San José era Padre Jorge Mario Bergoglio, que escreveu o breve prefácio de uma coletânea de poesias do Padre Pol intitulada “De destierros y moradas”.

O texto, até agora inédito, foi traduzido e publicado pelo Padre Antonio Spadaro SJ - Diretor da revista dos jesuítas “La Civiltà Cattolica” – em seu blog Cyber Teologia.

“Padre Osvaldo Pol, jesuíta, ex-aluno e hoje professor, escreveu quase todos estes sonetos aqui, em sua casa. Alguns já foram publicados, outros aparecem pela primeira vez”, escrevia o Padre Bergoglio.

“As faculdades de Filosofia e Teologia tem a alegria de apresentar este livro de sonetos onde, em linguagem poética, se manifesta a sabedoria teológica, que é o fruto mais apreciado pela Comapnhia de Jesus no seu compromisso acadêmico. Pode parecer paradoxal que um poeta fale, com linguagem da terra, de exilados da terra. Pode parecer paradoxal, mas não o é, porque a palavra poética tem morada de carne no coração do homem e, ao mesmo tempo, sente o peso de asas que ainda não levantaram voo. Árduo dilema, este, que Santa Teresa expressa poeticamente e misticamente: “Como é árduo este exílio!”.

Assinado em 20 de junho de 1981, por “Jorge Mario Bergoglio, SI Reitor”.

(JE)

22/09/2016 19:10