Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

App:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Conselho Mundial de Igrejas adere à Campanha do ACNUR

Conselho Mundial de Igrejas adere a campanha do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados

02/09/2016 17:35

Genebra (RV) – O Conselho Mundial de Igrejas (CMI) faz um apelo a todas as pessoas de boa vontade para aderir à Campanha pelos Refugiados lançada pelo ACNUR (Agência da ONU para os Refugiados) em junho passado.

O Conselho Mundial de Igrejas é a principal organização ecumênica, em nível internacional, fundada em 1948, na Holanda. Com sede em Genebra, Suíça, o CMI congrega mais de 340 Igrejas e outras denominações Cristãs, que representam mais de 500 milhões de fiéis em mais de 120 países.

A Campanha pelos Refugiados é um apelo premente do ACNUR ao mundo para ser solidário com os Refugiado. Em mensagem intitulada “Estamos com os refugiados. Por favor, junte-se a nós”, mais de 60 celebridades globais unem suas vozes aos dos refugiados e agentes humanitários para que os governos que ajam em prol daqueles que são obrigados a deixar a própria terra por causa das guerras e os conflitos.

A Campanha do ACNUR tem o objetivo de demonstrar o apoio público às famílias forçadas a deixar seus lares, em um cenário dramático, inclusive de restrições aos pedidos de asilo político.

Tal petição será entregue por ocasião do Plenário de alto nível da Assembleia Geral da ONU sobre Refugiados e Migrantes, que se realizará neste mês em Nova York.

Em 2015, cerca de 60 milhões de pessoas foram obrigadas a deixar suas terras e se refugiar em outros países. Na África, milhares de adultos e crianças tiveram que fugir dos conflitos, da pobreza e da perseguição, tornando-se vítimas dos traficantes; impelidas por uma necessidade desesperada de sobrevivência e pelo desejo de construir um futuro melhor, foram expostas à exploração sexual. (MT)

02/09/2016 17:35