Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Papa Francisco \ Documentos

Cardeal Pulic representará o Papa em celebrações por Madre Teresa

Celebrações serão encerradas com missa no dia 11 de setembro - EPA

21/08/2016 15:42

Cidade do Vaticano (RV) - O Papa Francisco nomeou o arcebispo de Sarajevo, na Bósnia-Herzegovina, o Cardeal Vinko Pulic, como enviado especial à missa que encerrará as celebrações pela canonização de Madre Teresa de Calcutá em Skopje, sua cidade natal na Macedônia. A missa será no próximo dia 11 de setembro

Transmissão ao vivo da canonização

A canonização, presidida pelo Papa Francisco será domingo, dia 4, na Praça São Pedro. A Rádio Vaticano transmitirá a cerimônia ao vivo, com comentários em português, a partir das 10h20 horário local (05h20) na hora de Brasília.

Nascida em 1910, em Skopje, Madre Teresa, ou Anjezë Gonxhe Bojaxhiu, aos 18 anos deixou a cidade rumo a Rathfarnham, na Irlanda, onde se situa a Casa Geral do Instituto da Beata Virgem Maria, para abraçar a vida religiosa, com o ideal de ser missionária na Índia.

Acabou por embarcar rumo a Bengala, passando por Calcutá até Dajeerling, numa casa da Congregação fundada pela missionária Mary Ward, onde escolheu o nome de Teresa.

Uma vida dedicada aos pobres

Madre Teresa absorveu o estilo de vida bengali e, posteriormente, transmitiu-o às suas religiosas, quando fundou as Missionárias da Caridade. Vestia-se com um sari branco, debruado de azul, e esta é a imagem com que o mundo se habituou a vê-la, nas ruas de Calcutá, atendendo os pobres que morriam todas as noites na cidade

O reconhecimento do mundo pelo seu trabalho concretizou-se com o Prêmio Templeton, em 1973, e com o Nobel da Paz, em 1979.

A futura santa morreu em setembro de 1997, seis anos antes de ser beatificada pelo Papa João Paulo II. 

(CM)

21/08/2016 15:42