Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

A Cruz "Pró Ecclesia et Pontifice" para leigos em Bangladesh

Prêmio é conferido a leigos que atuam em favor da Igreja e do Papa

21/08/2016 16:14

Daca (RV) – O Núncio vaticano em Bangladesh conferiu pela primeira vez na história da Igreja local duas Cruzes “pro Ecclesia et Pontifice” a leigos que com o seu compromisso “mudaram a sociedade do país”. Os premiados são o Dr. Benedict Alo D’Rozario, histórico líder da Caritas, e o falecido jurista Promod Mankin, engajado há anos na política em favor das minorias.

A Cruz é conferida a homens e mulheres leigos e eclesiásticos que se distinguem por seu serviço na Igreja e pela pessoa do Pontífice. A premiação se realizou na sede da Conferência Episcopal, diante de oito bispos, dois arcebispos e cerca de 60 representantes da comunidade católica bengalesa.

Dr. D'Rozario, incansável na caridade

Segundo o Dr. D’Rozario, “este reconhecimento inspira ainda mais o serviço pela Igreja e pelo país”. A carreira do médico começou no serviço civil, passando pela Comissão Episcopal Justiça e Paz e enfim, à Caritas. Até 2015 foi o líder do ‘braço da caridade’ dos católicos.  

Na política em favor dos pobres

O prêmio de Promod Mankin foi recebido por sua esposa. O deputado, que morreu alguns meses atrás, foi durante anos reitor de institutos católicos e diretor regional da Caritas de Mymensingh. Terminada esta fase, ingressou na política, sendo eleito deputado para vários mandatos. Sempre desempenhou seu cargo ajudando as minorias do país.

Para o Presidente da Conferência Episcopal de Bangladesh, Dom Patrick D’Rozario, “estas duas pessoas deram uma excelente contribuição para a Igreja e a sociedade do país, mudando-os para melhor. Eis porque nós os honramos, os respeitamos e somos agradecidos por sua contribuição”. 

(CM)

21/08/2016 16:14