Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Bispos japoneses: o egoísmo do ser humano não destrua o mar

“O mar está morrendo e a causa principal é o egoísmo do ser humano” - AFP

08/07/2016 20:00

Tóquio (RV) - “O mar está morrendo e a causa principal é o egoísmo do ser humano”, afirmam os bispos japoneses na mensagem em vista do Domingo do Mar que será celebrado no próximo domingo (10/07).

No documento, assinado pelo Presidente da Comissão episcopal nipônica para refugiados e migrantes, Dom Michael Goro Matsuura, Bispo de Nagoya, os prelados sublinham que as dificuldades e os perigos que vivem os homens do mar “não vem somente da natureza”. “O mar se torna cada vez mais perigoso por causa de testes nucleares e do descarregamento na água de material radioativo e poluente, colocando em condições de alto risco o ser humano e todas as espécies marinhas”, destacam os bispos nipônicos.

Segundo AsiaNews, a carta se intitula “No mesmo barco, com a misericórdia do Pai” e recorda que no Ano Jubilar “todos somos chamados a amar uns aos outros como membros da mesma família guiada pelo nosso Pai”. Todavia, este amor misericordioso nem sempre envolve os homens do mar: “É raro ler noticias sobre estas pessoas. Talvez porque os eventos do mar não fazem notícia não obstante os marítimos enfrentem perigos graves”, sublinham.
 
“O mar é um dom maravilhoso da Criação de Deus. Não devemos mais contaminá-lo para nutrir o ego do ser humano. O pão cotidiano que ingerimos vem também de quem trabalha no mar. Estamos todos no mesmo barco. Portanto, devemos dar a mesma atenção a quem trabalha no mar e na terra, ajudando-nos mutuamente”, reitera a nota.

Os bispos japoneses fazem um apelo à oração: “Em vista deste Domingo do Mar, rezamos pelos navegantes e suas famílias”. (MJ)

08/07/2016 20:00