Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Advento, tempo de rezar pela libertação de Mosul, diz Patriarca caldeu

A cidade de Mosul passou ao controle dos jihadistas do Daesh em 9 de junho de 2014 - AP

01/12/2015 14:38

Bagdá (RV) – No “tempo forte” do Advento, durante as celebrações litúrgicas diárias, em todas as igrejas caldeias do mundo, os fieis rezarão para invocar o dom da libertação de Mosul e de toda a Planície do Nínive, além de pedir que sejam garantidos os direitos das minorias religiosas que vivem no Iraque. Estas são as intenções de oração do Patriarca caldeu Louis Raphael I Sako, divulgadas através de uma mensagem dirigida aos católicos caldeus presentes no Iraque e àqueles das comunidades da diáspora, no I Domingo do Advento.

No texto – enviado à Agência Fides – os fieis são convidados a rezar para que a libertação dos territórios iraquianos conquistados pelos jihadistas do Estados Islâmicos (Daesh) permita aos deslocados a retornarem às próprias casas. O Patriarca expressa ainda o desejo de que a tutela dos direitos das minorias religiosas se concretize também na modificação da lei sobre a islamização dos menores. De fato, o texto jurídico, fortemente contestado pelas minorias religiosas iraquianas, impõe a passagem automática à religião islâmica dos menores quando um de seus pais se converte ao islã.

A cidade de Mosul passou ao controle dos jihadistas do Daesh em 9 de junho de 2014. Quase dois meses após, na noite entre 6 e 7 de agosto de 2014, os milicianos jihadistas conquistaram muitas cidades e povoados da Planície de Nínive, provocando também a fuga de dezenas de milhares de cristãos caldeus, sírios e assírios. (JE).

 

 

 

 

01/12/2015 14:38