Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

Padre sequestrado pelo EI é libertado na Síria

O Padre Jacques Mourad em foto anterior ao sequestro - RV

12/10/2015 13:17

Damasco (RV) - O Núncio Apostólico na Síria, Dom Mario Zenari, anunciou nesta segunda-feira (12/10), que o sacerdote sírio-católico Pe. Jacques Mourad, prior do mosteiro de Mar Elian em Al Qariatayn, no sudoeste de Homs, foi libertado no último sábado (10/10) e se encontra em boas condições de saúde.

O sacerdote, conhecido pelo trabalho em favor do diálogo inter-religioso entre cristãos e muçulmanos, foi sequestrado em maio passado.

Pe. Mourad há doze anos guiava a paróquia sírio-católica local. Foi um dos primeiros monges da comunidade de Mar Musa e não obstante os conflitos e ameaças de sequestro, não quis abandonar a sua gente. 

Segundo fontes locais, o sacerdote celebrou, neste domingo (11/10), a primeira missa depois de sua libertação. Ele se encontraria no povoado de Zaydal, a cerca de cinco quilômetros de Homs, mas não há confirmações oficiais por motivos de segurança. Em agosto passado, a área de Al Qariatayn caiu nas mãos dos jihadistas que sequestraram cerca de 230 civis, dentre os quais 60 cristãos. 

Entrevistado por Asianews, Dom Zenari confirmou as boas condições de saúde de Pe. Mourad, com o qual falou por telefone, mas não sobre o sequestro. O prelado disse que nos próximos dias o sacerdote chegará a Damasco e ele mesmo falarásobre o sequestro. Para o Núncio Apostólico em Damasco a notícia da libertação de Pe. Mourad é muito positiva. 

Pe. Mourad era amigo e colaborador do Pe. Paolo Dall’Oglio, sacerdote jesuíta de origem italiana sequestrado em 2013. Sobre Pe. Dall’Oglio, não há notícias. (MJ)

12/10/2015 13:17