Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Papa Francisco \ Celebrações

Francisco recorda novo beato sul-africano e todos os perseguidos

Dezenas de milhares ouviram as palavras do Papa domingo (13/09) - REUTERS

13/09/2015 13:06

Cidade do Vaticano (RV) – Após a oração do Angelus, o Papa Francisco recordou que na África do Sul, neste domingo (13/09) foi beatificado Samuel Benedict Daswa, pai de família assassinado em 1990 por sua fidelidade ao Evangelho. “Em sua vida sempre demonstrou grande coerência, assumindo corajosamente atitudes cristãs e rejeitando costumes mundanos e pagãos. “Que seu testemunho ajude especialmente as famílias a difundir a verdade e a caridade de Cristo.

“Seu testemunho – acrescentou, improvisando – se une ao testemunho de muitos irmãos e irmãs jovens, idosos, crianças, perseguidos, expulsos e mortos porque confessam Jesus Cristo. A estes mártires, a Samuel Benedict Daswa, e a todos eles, agradecemos por seu testemunho e pedimos que intercedam por nós”.

O beato sul-africano foi morto em 1990 por um grupo de homens que o agrediu porque se recusou a obedecer as decisões dos ‘Conselho dos anciãos’ de sua aldeia. Segundo os idosos, era necessária a consulta de um feiticeiro para pedir o fim dos relâmpagos e fortes chuvas que caíam na região.

A cerimônia de beatificação se realizou esta manhã, em Tohoyandou. O Pontífice foi representado pelo Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação das Causas dos Santos. 

(CM)

 

13/09/2015 13:06