Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Atualidade \ Geral

Histórias de um antigo amigo de Bergoglio

Padre Bergoglio no metrô de Buenos Aires - AP

24/07/2015 10:15

Cidade do Vaticano (RV) – José Luis Castillo é um argentino anônimo. Trabalhador como tantos outros, tem o orgulho de poder dizer que é um antigo amigo do Papa Francisco.

“Ele vinha ao meu estabelecimento para comprar o jornal, tomamos muitos mates juntos e falamos muito de política”. José Luis conta que dizia ao Padre Bergoglio que ele seria o futuro Papa e ele dizia que “eu era louco”.

A entrevista é da nossa colega Griselda Mutual, do programa Hispano-americano.

“Em 2004, em Corrientes, durante uma edição do Congresso Eucarístico nacional, eu tinha uma banca na rua Junín e uma manhã ele chegou, como qualquer outra pessoa. Então, eu o recebi com muita satisfação, disse que era uma honra que ele estivesse ali naquele humilde local de trabalho. Aí começou uma relação de uma semana em que ele vinha para comprar seu jornal, tomar uns mates. Falamos muito de política. E eu dizia às pessoas: neste momento o enviado de Deus está aqui. E ele se levanta e dizia: “não, não...isso não se diz”.

Futuro Papa

“Outra coisa que fiz foi levá-lo a uma cafeteria muito famosa ali em frente. Então, disse aos proprietários que estava levando o ‘futuro Papa’. E Bergoglio disse a eles: ‘que louco o seu vizinho, não?’ Um homem muito sincero e humilde que, hoje, é uma personalidade mundial”. (RB)

24/07/2015 10:15