Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Libertação do Padre Azziz, franciscano sequestrado, há uma semana, na Síria

Libertação do Padre Azziz, na Síria, por presumíveis jihadistas - AFP

11/07/2015 09:34

Síria (RV) – O franciscano iraquiano, Padre Dhiya Azziz, sequestrado, no último sábado (04/7), em Yacoubieh, na Síria, foi libertado e está em bom estado de saúde: foi o que informou a Custódia da Terra Santa, que, havia expresso, nos dias passados, aos microfones da Rádio Vaticano, sua grande preocupação e temor pelo acontecimento.

O franciscano, segundo as informações da Custódia da Terra Santa, havia sido, presumivelmente, sequestrado pelos jihadistas afiliados ao Al-Nusra Jabhat, que comandam aquele setor do emirado.

Este grupo, porém, negou todo e qualquer envolvimento no sequestro, aliás, diz ter colaborado com a polícia, com sondagens nas aldeias vizinhas, que, depois, levou à libertação do Padre Azziz.

O franciscano “teria sido bem tratado nos dias de sequestro”, segundo a Custódia da Terra Santa, que expressou seu alívio pela sua libertação e, ao mesmo tempo, agradece todos aqueles que rezaram pelo êxito positivo do sequestro, sobretudo à sua família religiosa, seus parentes iraquianos e os fiéis de Yacoubieh, de onde Padre Azziz é pastor.

A Custódia da Terra Santa aproveita o ensejo para agradecer, mas, ao mesmo tempo, para recordar que, na Síria, ainda existem outros religiosos desaparecidos e, portanto, continua contando com as orações de todos pela paz naquele país. (MT)

11/07/2015 09:34