Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Igreja \ Igreja no mundo

Falece sacerdote italiano recém-ordenado devido à doença terminal

Padre Mellone durante sua ordenação sacerdotal - RV

29/06/2015 18:50

Cidade do Vaticano (RV) –  A história de um seminarista de 38 anos de idade, portador de uma doença terminal e com o firme propósito de tornar-se sacerdote, teve seu final – ao menos terreno – no dia em que a Igreja celebra São Pedro e São Paulo. Falecido esta segunda-feira (29/06), o sacerdote italiano Salvatore Mellone comoveu muitas pessoas, incluindo o Papa Francisco, que lhe concedeu por meio da Congregação para o Clero uma permissão especial para ser ordenado sacerdote, sem completar os estudos exigidos para tal, em 17 de maio passado.

O próprio Papa Bergoglio havia telefonado ao seminarista pedindo para que o abençoasse na missa de ordenação, celebrada em sua casa. “A proximidade do Santo Padre – comentou o neo-sacerdote, logo após a ordenação – me dá força e me dá força a proximidade de tantas pessoas que se unem na oração. Esta é a coisa mais bonita: que se reze e se reze e se continue a rezar, para que possam surgir vocações e possam acontecer também coisas bonitas na vida das pessoas”.

Acometido por uma doença incurável e em fase terminal, sua história comoveu a muitos. O agravamento do quadro clínico não o impediu de realizar o maior desejo de sua vida: tornar-se sacerdote. Natural de Barletta, sul da Itália, e impossibilitado de locomover-se, recebeu a ordenação sacerdotal em 17 de maio em sua casa, na presença de sacerdotes, familiares e conhecidos. Outras pessoas haviam acompanhado a celebração através de um telão instalado na Igreja. A ordenação foi possível em tempo extremamente rápido por desejo do arcebispo local, Dom Giovanni Batista Pichierri, que obteve o beneplácito da Congregação para o Clero. (JE/Agi)

29/06/2015 18:50