Ler o artigo Acessar menu principal

Redes Sociais:

RSS:

Rádio Vaticano

A voz do Papa e da Igreja em diálogo com o mundo

outras línguas:

Especiais \ Família

Família e Doença: antes de tudo, o amor

Na reportagem, o impacto da doença nas famílias - AFP

10/06/2015 11:19

 

Cidade do Vaticano (RV) – Qual é a influência que a família exerce quando um de seus membros adoece? Para além de estudos científicos, que demonstram que os cuidados de saúde mais eficazes e eficientes são aqueles em que existe cooperação entre o médico, o paciente e a família, a Igreja Católica sabe, por experiência, que a simples presença ao lado de um familiar doente nunca é perda de tempo. A ajuda material e humana que a família propicia é insubstituível.

Coadjuvantes na assistência e na pastoral de misericórdia junto aos doentes são os Camilianos. Colocando-se a serviço da pessoa do doente no seu contexto e na globalidade do seu ser, prestam-lhe os cuidados necessários segundo as necessidades, com suas capacidades e competências.

Em todo o mundo, os camilianos são enfermeiros, capelães de hospitais, médicos, psicólogos, peritos em pastoral da saúde, em todas as ciências humanas e teológicas, que de alguma forma, ajudam a servir melhor o enfermo e a criar ao redor dele, no vasto mundo da saúde, um clima humano e cristão.

Para o Superior dos camilianos, o brasileiro Padre Leo Pessini, “no amor supera-se a dor do sofrimento e da perda. Ouça-o, clicando acima.

10/06/2015 11:19